14 de julho de 2010

Eu apanhei, tu apanhaste, ele apanhou...

Pronto. Era só o que faltava. Inventaram um projeto de lei que proíbe os pais de darem palmadas nos seus filhos. Os pais que infringirem a lei podem ser denunciados por pessoas próximas, como parentes e vizinhos. Vai ser um prato cheio para os fofoqueiros de plantão. E só. Eu queria saber como é que vão conseguir provar que os pais deram palmadas nos filhos. Será que vão instalar câmeras e escuta, ao estilo espionagem de filme americano? Sim, porque palmada não deixa marcas. E essa lei é específica para palmadas, já que tortura e lesão corporal já são crimes e, portanto, não seria necessária outra lei.

Uma psicóloga, cujo nome não me recordo, justificou seu apoio ao projeto dizendo que palmadas geram traumas e fazem com que a criança aprenda a ser violenta. Pois bem, eu, que era uma criança bem quietinha e obediente, apanhei e... adivinhem... não fiquei traumatizada. Meu filho, que não é uma criança quietinha, nunca tinha apanhado até que... adivinhem... ele me bateu. Será que ele aprendeu a ser violento comigo? Será que, nesse caso, eu devo sentar num divã com uma criança de 3 anos e, depois de levar um tapa, tentar explicar todas as razões morais pelas quais um filho não deve bater na mãe? Quero deixar claro que não sou contra a conversa e não sou a favor do espancamento, mas a palmada é um recurso sim, desde que o mundo é mundo. E ninguém nunca ficou traumatizado por isso.

O estado deveria se preocupar em educar os cidadãos e deixar os pais educarem os seus filhos. Mas não querem fazer uma coisa nem outra. Os pais que tentam educar seus filhos utilizando a palmada como um recurso são punidos, os pais que são realmente bandidos e vão presos recebem auxílio reclusão. Parem o mundo que eu quero descer!

4 comentários:

  1. Vou descer junto com vc Rafa rsrsrs.
    Concordo com tudo o que falou, e foi um ótimo exemplo o que vc deu de teu filho ter te batido.
    Ei se eu for presa , paga a minha fiança? kkkkkk
    A correção é algo bíblico, Deus já nos orientou quanto a isso.
    tem criança que é obediente por natureza, mas tem criança que é rebelde por natureza, e essas precisam sim das belas palmadas.
    Não sou fã de bater , mas se achar necessário palmadas sempre estaram no meu modo de educar.

    Beijocas

    ResponderExcluir
  2. Rafa, eu apanhei foi de chinelo e não fiquei nem um pouco traumatizado com isso. Vamos ver no que vai dar isso, acredito que vá gerar jovens interessantes pra no futuro serem seguidos por ONGs com nomes como: Pais torturados do Rio de janeiro, ou, Nossos filhos, nossos senhores.

    ResponderExcluir
  3. Respondendo à sua pergunta: não, são por (várias) coisas diferentes. Quatro anos de coisas diferentes.

    ResponderExcluir
  4. Rafa eu acho que o presidente Lula nunca apanhou...Se tivesse levado uns tapas na bunda não faria tanta besteira...nao mentiria tanto...

    ResponderExcluir

LinkWithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...